Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Leonardo Ralha

Adeus, King do softcore

Hollywood não se faz só de génios do cinema. Por cada um deles há uma multidão a fazer filmes pouco ou nada memoráveis, alguns dos quais acabam por manter--se na memória do cinéfilo.

Leonardo Ralha 5 de Fevereiro de 2012 às 01:00

 

‘Nove Semanas e Meia’, o filme de 1986 protagonizado por Kim Basinger e Mickey Rourke, insere-se nessa categoria e permitiu que ontem o Mundo lembrasse Zalman King, o co--argumentista e produtor do filme de Adrian Lyne.

Vencido pelo cancro aos 69 anos, King promoveu até ao fim o ‘softcore’, realizando cenas de sexo mais mornas do que quentes e mais exibicionistas do que explícitas. Não repetiu o sucesso, mas revelou o corpo de inúmeras jovens, por vezes fotografadas por uma das duas filhas que trabalhavam consigo.

Não se livrará de ser recordado sempre que alguém utilizar o conteúdo de um frigorífico para finalidades sexuais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)