Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
2 de Janeiro de 2003 às 00:00
E há de facto algumas razões para isso e durante muitos anos ninguém "ousou" entrar nesta aventura. A certa altura houve um que o fez, mais tarde outro conseguiu chegar ao fim e este ano há um novo recorde: 14 à partida. Pela minha parte esta é a segunda tentativa. Mas voltando aos motivos de ainda sermos tão poucos é que apesar de termos quatro rodas não somos bafejados pelo conforto dos carros. Não temos nem a mobilidade nem a rapidez das motos. Lamúrias à parte, é bom que se diga que as verificações pareciam piores que as repartições públicas em dia de aperto. Só carimbos foram mais de vinte, e como não somos "nem carne nem peixe", ainda tivemos a adaptar algumas coisas pensadas para as duas rodas e obrigar os mecânicos a horas extra. O que conta é que já estamos em 2003 e no Dacar!
Ver comentários