Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Culpados no caso BPP

Diogo Vaz Guedes, presidente da Privado Holding, dona do Banco Privado Português, anunciou processos nos tribunais contra Ministério das Finanças e Banco de Portugal. Os accionistas do BPP têm todo o direito de recorrer à Justiça, mas a culpa do BPP estar nesta triste situação é em primeiro lugar dos detentores do capital do banco fundado por João Rendeiro.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 8 de Março de 2010 às 00:30

As autoridades de supervisão tiveram graves falhas no processo, por não terem descoberto a tempo que o banco vendia gato por lebre, como objectivamente foi a colocação de produtos financeiros de risco disfarçados de depósitos nos chamados produtos de retorno absoluto. A factura para os contribuintes dos erros de omissão, especialmente do Banco de Portugal, ainda não está totalmente contabilizada, mas certamente subirá a várias centenas de milhões de euros.

O BPP está moribundo, o que não agradará aos accionistas, mas se eles tivessem resolvido o problema em Novembro de 2008 e poupassem os contribuintes até mereciam uma medalha. Ainda podem salvar o banco, com o seu dinheiro, mas não exijam os escassos recursos dos contribuintes. Numa altura em que o Estado pede sacrifícios a funcionários públicos e reformados, meter milhões num banco de gestão de fortunas seria incompreensível e injustificável.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)