Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Joana Amaral Dias

Funeral de Belém

Chamar palhaço a alguém num comentário político, publicamente, não é propriamente o cúmulo da graciosidade ou o pináculo da civilidade.

Joana Amaral Dias 25 de Maio de 2013 às 01:00

Posto isto, trata-se de mais um sintoma da falta de respeito por Cavaco que se generalizou no país e que fará com que termine o seu mandato sem dignidade. Parece que o PR agora ficou muito ofendido mas, se mudasse de hábitos e lesse mais jornais, constataria que já lhe chamaram pior. Pois é. O respeito não se decreta. Conquista-se. E Cavaco de tudo tem feito para pisar essa consideração. Do amparo que deu a Dias Loureiro no Conselho de Estado até ao caso das escutas, passando pelas nossas senhoras de fátimas e os pós-troikas, o ocupante de Belém pôs--se a jeito. Mas nada aprendeu. Com a queixa que fez, se procurava vitimizar-se, verá o feitiço virar-se contra o feiticeiro. O que ficará é a diferença de atitude relativamente a outros chefes de estado, um nome para as manifestações de verão e, sobretudo, a carbonização da presidência da república. E assim continuaremos sem pão e todo o circo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)