Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Vaz

Piores

À margem do Fórum de Davos, o Public Eye Awards, apoiado pela Greenpeace, escolheu como empresas mais nefastas de 2012 o banco britânico Barclays e a mineira Vale, do Brasil. O banco por liderar a especulação em produtos alimentares; a Vale por somar 80 anos de condições inaceitáveis de trabalho. Só na barragem Belo Monte, na Amazónia, forçou 40 mil pessoas a fugir, sem indemnização, do lugar onde viviam.

João Vaz 30 de Janeiro de 2012 às 01:00

Euforia: Dezenas de milhares de pessoas festejaram em Dawei, no sul da Birmânia, a líder da oposição e Nobel da Paz Aung Suu Kyi. Foi o arranque da campanha da LND (Liga Nacional para a Democracia) para as eleições parciais de 1 de Abril.

Proteccionismo: Pela segunda vez em Janeiro, os EUA barraram a entrada à importação de sumo de laranja do Canadá e Brasil. O argumento foi a presença de sinais do pesticida carbendazima, numa proporção de dez por mil milhões.

EUA: Gingrich recebeu o apoio do ex-candidato republicano Herman Cain, mas a sondagem NBC das primárias de amanhã na Florida só lhe dá 27%, longe de Mitt Romney.

32 000 euros atingiu a pintura de Adolfo Hitler ‘Mar Nocturno’, leiloada na Eslováquia.

Ver comentários