Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
19 de Agosto de 2013 às 01:00

SIM

O Estado deve cortar todos os benefícios a quem expulsar da Função Pública. Porém, se entender que o visado na ação disciplinar deve ser reformado, então deve atribuir-lhe todas os benefícios inerentes à condição de pensionista.

Manuela Guerreiro, Subeditora de Sociedade

NÃO

Se o Estado utiliza a figura da reforma compulsiva como uma sanção, então os trabalhadores que são alvo dessa medida deveriam sofrer algum tipo de penalização. Caso contrário, trata-se apenas de uma reforma antecipada.

Hugo Real, Editor Cultura/TV&MEdia

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)