Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9

Governo a dois tempos

Recuperar pequenos hábitos pode evitar novas restrições.
Paulo João Santos 20 de Maio de 2022 às 00:32
O ministro da Economia pede medidas para travar a sexta vaga da Covid, por causa do turismo. Compreende-se a preocupação: a caminho dos 60 mil casos, o motor da retoma pode ficar engripado, comprometendo os bons resultados do PIB.

Já a ministra da Saúde, apesar de andar de máscara, não vê motivos para alarme, rejeitando, o regresso de medidas restritivas.

Independentemente do lado da razão, era conveniente que António Costa Silva e Marta Temido estivessem alinhados no discurso. Um Governo a dois tempos dá sinais de desunião, o que não é bom, nem para o Executivo nem para os portugueses que o elegeram. Revela desorientação.

Certo é que Portugal é o País da UE com mais casos diários de infeção e está entre os primeiros com mais mortes por milhão de habitantes. Num passado recente, o suficiente para fechar os portugueses em casa.

Nem tanto ao mar nem tanto à terra, mas é altura de olhar para o regresso em força da Covid com outra atenção. Recuperar pequenos hábitos, como a desinfeção das mãos e o uso de máscara em determinados contextos, pode evitar, num futuro próximo, o regresso de medidas que ninguém deseja.
Ver comentários
}