Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3

Quem dá o que tem...

Zelensky quer armas, um desejo que Portugal não pode satisfazer.
Paulo João Santos 22 de Maio de 2022 às 00:32
António Costa levou à Ucrânia uma palavra de solidariedade do povo português para com as vítimas da guerra e a promessa do apoio possível, mas Zelensky não terá ouvido o que queria do primeiro-ministro português. O Presidente ucraniano quer armas pesadas e entrada rápida na UE, desejos que António Costa não pode satisfazer, no primeiro caso, nem garantir, no segundo.

Em matéria de armamento Portugal dá o que tem, que é nada, numa guerra com a dimensão daquela que estamos a assistir no coração da Europa. Fruto do desinvestimento de anos nas Forças Armadas nacionais e que o próximo Orçamento do Estado está longe de corrigir. Quanto à entrada no clube europeu dos 27, António Costa lembrou que Portugal demorou nove anos até ser aceite na União Europeia. Mesmo que no caso da Ucrânia haja uma aceleração do processo, por razões óbvias, as coisas levarão o seu tempo.

Salvou-se, ainda assim, o apoio financeiro de 250 milhões euros que Portugal vai conceder à Ucrânia. Para um País como o nosso, com dois milhões de pessoas no limiar da pobreza, não deixa de ser um valor muito significativo. 
Ver comentários
}