Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9

Instituições

Em tempo de crise, são mais as instituições que nos podem valer.
Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 23 de Março de 2020 às 00:31

Uma coisa que este vírus nos obriga a fazer é repensar as instituições que temos. Olhar de outro modo para o Estado que nos serve e pagamos com os nossos impostos. Depois desta crise, aliás, é essencial uma discussão a sério sobre algumas delas, em particular as do Serviço Nacional de Saúde, e os mecanismos do seu reforço.

Hoje, por exemplo, lembram-se da ridícula opção do anterior governo, igualmente liderado por António Costa, de transferir o Infarmed para o Porto!? O critério prioritário era o de satisfazer a ânsia de fortalecimento regional do Porto, e não o de defender uma grande instituição do sistema de saúde. Quando se invertem as prioridades políticas o resultado é desastroso.

Não podemos consentir que se destruam instituições essenciais à defesa do bem comum. Assim de repente, lembro-me de todas as grandes instituições da saúde, desde a Direção-Geral da Saúde ao Instituto Ricardo Jorge, como espaços de conhecimento decisivos para enfrentarmos qualquer crise sanitária.

Ou, noutro campo, da Polícia Judiciária, alvo de uma incompreensível asfixia na última década. Em tempos de crise, acreditem, são mais as instituições e a sua capacidade operacional e o seu conhecimento que nos podem valer. E não tanto os políticos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)