Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5

Salvar vidas, não políticos

Tempos de crise exigem medidas enérgicas e se este é um tempo que nunca sonhámos viver, as respostas só podem ser firmes e solidárias.
Editorial CM 29 de Março de 2020 às 00:32
Tempos de crise exigem medidas enérgicas e se este é um tempo que nunca sonhámos viver, as respostas só podem ser firmes e solidárias. Por isso, a renovada disputa Norte/Sul na UE é estéril e fora de tempo.

Acantonar a pandemia a uma questão monetária talvez seja real no futuro. No presente é mesquinha. Há muita gente a morrer. E a Holanda sabe-o, até porque pediu ajuda à Bélgica e à Alemanha para acolher doentes do seu, afinal, não tão eficiente serviço de saúde.

Há em tudo isto, contudo, um princípio ético da vida que diferencia os do Sul, como nós, dos do Norte. Culpa nossa, se no âmago dos afetos queremos salvar idosos para quem, ao contrário dos Países Baixos, não planeamos liberalizar comprimidos para o suicídio de quem se fartou de viver (não confundir com eutanásia). Este é o tempo para salvar vidas e, depois, socorrer a economia. Já o fizemos antes. Até com países baixos como testemunhas.


Alfredo Leite
Países Baixos Norte/Sul UE Norte Sul questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)