Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

Terror global

O que fizemos de errado? É tarde para essa introspeção.

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 27 de Junho de 2015 às 00:30
Hollande já devia ter uma minuta de discurso para os próximos atentados radicais. Punha aquele ar atarantado, que usa nestas ocasiões, e estava resolvido. É mais certo que vai haver novos ataques em França do que nevará em Paris neste inverno. A França e todas as democracias europeias olham para este fenómeno do terrorismo promovido por jovens dos seus bairros periféricos como os pais permissivos perante filhos descarrilados: o que fizemos de errado? É tarde para essa introspeção. O grande desafio é saber como se consegue desmontar esta bomba, que, num só dia, consegue fragmentar-se por três continentes. Um atestado de incompetência para todas as inteligências europeias.

Clique para aceder ao texto que deu origem a esta opinião: Decapitado em ataque a fábrica




opinião octávio ribeiro frança terrorismo terror
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)