Barra Cofina

Correio da Manhã

Papa em Fátima
2

As datas que marcaram Fátima

Os principais acontecimentos religiosos, sociais e políticos do país e do mundo.
21 de Abril de 2017 às 16:40
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Jacinta a ser levada ao colo após o 'Milagre do Sol', de 1917
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Jacinta a ser levada ao colo após o 'Milagre do Sol', de 1917
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Os videntes Jacinta (à esq.), Lúcia e Francisco, em 1917
Jacinta a ser levada ao colo após o 'Milagre do Sol', de 1917
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.
Multidão assiste ao 'Milagre do Sol', a 13 de outubro de 1917, na Cova da Iria.

A história das aparições de Fátima não pode ser desligada das circunstâncias políticas e sociais que o mundo atravessou. As aparições acontecem no conturbado período histórico da I República portuguesa. Numa primeira fase, o regime empenhou-se em que Fátima não dessa força à Igreja Católica, hostilizada pelos republicanos. Só em 1930, já com a ditadura que daria lugar ao Estado novo de Salazar, Fátima é reconhecida como fenómeno de culto, pela Igreja e pelo Estado. 

1910
- 5 de outubro - Dois anos após o atentado que matou o rei D. Carlos e o Príncipe herdeiro Luís Filipe, uma revolta militar leva à implantação da República em Portugal.  O Rei D. Manuel II parte com a família real para o exílio.

Novembro - uma das primeiras medidas do novo regime é a expulsão dos jesuítas do país e arresto dos seus bens.

1911 - O estado proclama o ensino laico. O regime republicano publica uma série de leis anticlericais, entre elas a da separação das Igrejas e do Estado, que está na origem do corte de relações entre Portugal e o Vaticano. A tensão entre o Estado e a Igreja foi uma constante ao longo de toda a I república

1914  - Inicia-se a I Guerra Mundial. Em agosto, são organizadas as primeiras expedições militares para Angola e Moçambique. Inglaterra pede a intervenção de Portugal na guerra. 

1916 - Portugal entra na I Guerra Mundial, declarando guerra à Alemanha. Primeiras tropas portuguesas embarcam para a França em janeiro de 1917.

Primavera - Lúcia e vários outros companheiros são visitados pelo ‘Anjo de Portugal’ no Concelho de Ourém. Lúcia relatará nas suas memórias ter avistado o Anjo por três vezes, entre a primavera e o outono.


1917
-  Fevereiro. Primeiras tropas portuguesas chegam a França.

13 de Maio

Acontece a primeira das chamadas aparições de Fátima. Três crianças - Francisco e Jacinta Marto e Lúcia - da aldeia de Aljustrel, em Fátima, afirmam ter visto "Nossa Senhora" num local conhecido como Cova da Iria. Relatam que a Virgem lhes disse que iria aparecer ao dia 13 de cada mês.

25 de maio - O padre de Fátima, Manuel Marques Ferreira, faz o primeiro interrogatório às três crianças, que passam a ser conhecidas como videntes de Fátima.

13 de julho - Jornais da época relatam que 800 a 2.000 pessoas se juntaram para a "terceira aparição". Terá sido nesta ocasião que a Virgem revelou aos pastorinhos o chamado Segredo de Fátima.

19 de agosto - Detidos pelo Administrador do concelho de Ourém a 13 de agosto, para impedir novos relatos de aparições, os pastorinhos são interrogados intensivamente. São libertados dois dias depois. Relatam que no domingo seguinte, no dia 19, a Virgem lhes apareceu no lugar dos Valinhos.

13 de Outubro - acontece a sexta e última das seis aparições de Fátima, na Cova da Iria. Estima-se que 70 mil pessoas assistiram ao chamado 'Milagre do Sol'.

7 de novembro - Triunfa a revolução bolchevique na Rússia, iniciando-se o processo de instauração do regime comunista.


1918

9 de abril - Ocorre em França a Batalha de La Lys, um dos piores desastres militares da história de Portugal. O Corpo Expedicionário Português é esmagado pelas tropas alemãs.

11 de novembro - Termina a I Guerra Mundial, com a assinatura do armistício.

1919

4 de abril - Morre o vidente Francisco Marto, em Aljustrel, vítima de gripe espanhola. Portugal é assolado por um surto de gripe pneumónica em 1918 e 1919, que faz mais de 100 mil mortos.

28 de abril - Começa a ser construída a Capelinha das Aparições, na Cova da Iria.


1920

20 de fevereiro - Morre Jacinta Marto, em Lisboa, também de gripe espanhola.


1921

13 de outubro - É permitida a celebração da missa junto à capelinha.


1922

6 de março - A capela é destruída, por um atentado à bomba, atribuído a radicais anticlericais. É reconstruída no prazo de um ano.

3 de maio - Bispo de Leiria manda instaurar um processo sobre os acontecimentos de Fátima.

20 de dezembro - É formada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) por 14 repúblicas da Rússia.

 

1925

24 de outubro - Lúcia, única sobrevivente dos videntes de Fátima, ingressa no convento das Doroteias, em Tui, na Galiza, em Espanha.

1926

28 de maio - Golpe de estado põe fim à I República. É instaurada uma ditadura, que durou 48 anos e teve em António de Oliveira Salazar figura central, de 1933 a 1970.


1927

26 de junho - Bispo de Leiria preside, pela primeira vez, a uma cerimónia oficial na Cova da Iria.

 

1928

13 de maio - Lançamento da primeira pedra da basílica de Fátima.

 

1929

Permissão de regresso a Portugal das ordens religiosas, expulsas depois do 5 de Outubro de 1910.

 

16 de novembro - Manuel Cerejeira é nomeado Cardeal Patriarca de Lisboa.

 

1930

13 de outubro - Bispo de Leiria declara "dignas de crédito as visões das crianças na Cova da Iria" e autoriza oficialmente o culto de Nossa Senhora de Fátima.

 

1931

13 de maio - Peregrinação nacional e consagração de Portugal ao "Coração Imaculado de Maria", pelo episcopado português.

1935

12 de outubro - Trasladação dos restos mortais de Jacinta Marto, do cemitério de Vila Nova de Ourém para Fátima.

1939

1 de setembro - Início da II Guerra Mundial, após a invasão da Polónia pelas tropas da Alemanha.

1942

13 de maio - O Papa Pio XII consagra o Mundo ao Imaculado Coração de Maria.

Peregrinação assinala 25 anos dos acontecimentos de Fátima.

 

1945

8 de maio - A Alemanha rende-se aos Aliados e termina a guerra na Europa.

2 setembro - O Japão rende-se e termina a II Guerra Mundial.

 

1946

13 de maio - Coroação da imagem de Nossa Senhora de Fátima da capelinha por um cardeal.

17 de maio - Lúcia deixa a Galiza para regressar a Portugal. É internada no Colégio do Sardão, também das Doroteias, em Oliveira do Douro (Porto).

 

1948

25 de março - Lúcia ingressa no Carmelo de Santa Teresa, em Coimbra.

 

1950

Tony Bennet, cantor norte-americano, grava canção sobre Fátima, "Our Lady of Fatima" ("Nossa Senhora de Fátima").

 

1951

1 de maio - Restos mortais de Jacinta são transferidos para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, em Fátima.

1952

13 de março - Trasladação dos restos de Francisco Marto do cemitério de Fátima para a basílica do Santuário.

1956

13 de maio - O Cardeal Roncalli, patriarca de Veneza e futuro Papa Paulo VI, preside às cerimónias da peregrinação internacional em Fátima.

1967

13 de maio - Peregrinação do Papa Paulo VI a Fátima para assinalar os 50 anos das aparições.

 

1974

25 de abril - Golpe de estado derruba governo de Marcelo Caetano, que põe fim a 48 anos de ditadura. Mantém-se inalteradas as relações entre Portugal e o Vaticano.

 

1977

10 de julho - O patriarca de Veneza, Albino Luciani, visita Fátima. No ano seguinte, é eleito Papa, adotando o nome de João Paulo I. 

19 de setembro - Elevação de Fátima a vila.

 

1981

13 de maio - Papa João Paulo II é alvo de um atentado na Praça de São Pedro, em Roma. O atacante, o turco Ali Agca, é preso. O Papa atribui a Fátima a sua sobrevivência


1982

13 de maio - Peregrinação do Papa João Paulo II a Fátima para agradecer a Nossa Senhora de Fátima "a mão maternal que desviou a bala" no atentado do ano anterior. Na noite de 12 de maio, o Papa sobrevive a uma tentativa de agressão pelo padre ultraconservador Juan Krohn, no Santuário de Fátima.

1984

26 de março - Papa João Paulo II oferece a bala que o atingiu no atentado de 1981 ao Santuário de Fátima e que é colocada na coroa da imagem de Nossa Senhora de Fátima.


1989

13 de maio - Publicação, em Roma, dos decretos de heroicidade de virtudes de Francisco e Jacinta Marto.

 

1991

10 a 13 de maio - João Paulo II regressa a Fátima e visita também Lisboa, Açores e Madeira.

 

1996

12 e 13 de maio - O Cardeal Ratzinger, que se tornará Papa em 2005, visita Fátima para presidir às cerimónias do 79.º aniversário das aparições de 1917.

 

2000

13 de maio - João Paulo II faz a terceira e última visita a Fátima para a beatificação de Francisco e Jacinta.

 

2005

13 de fevereiro - Morre Lúcia, aos 97 anos. Em 2016, os seus restos mortais são trasladados para o Santuário de Fátima, onde ficam depositados junto aos de Jacinta e Francisco.

 

2007

12 de outubro - Inauguração da Basílica da Santíssima Trindade, com capacidade para mais de 8.500 pessoas.

 

2008

14 de fevereiro - É autorizado, pelo Papa Bento XVI, o início do processo de beatificação de Lúcia. 


2010

13 de maio - Bento XVI faz peregrinação a Fátima. Visita também Lisboa e Porto.

 

2013

13 de outubro - Imagem de Nossa Senhora de Fátima está presente, em Roma, a pedido do Papa Francisco, na cerimónia de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria.

 

2016

2 de fevereiro - Reaberta Basílica do Rosário, após obras de restauro.

15 de dezembro - Governo português confirma visita do Papa Francisco a Fátima, a 12 e 13 de maio.

 

2017

23 de março - O Papa Francisco aprovou o milagre que permite a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto.

 

I República Rússia Estado Igreja Católica fátima pastorinhos aparições cronologia portugal mundo história
Ver comentários