Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

André Ventura define partido como "a religião dos portugueses comuns"

Líder do Chega descreveu muitos encontros no último ano com cidadãos que tinham deixado de votar há 20 anos.
Lusa 19 de Setembro de 2020 às 20:14
André Ventura em Évora
André Ventura em Évora FOTO: EPA / NUNO VEIGA
O líder do Chega definiu este sábado o seu partido como "a religião dos portugueses comuns, que trabalham" para gáudio da plateia de cerca de 600 pessoas presentes numa quinta em Évora especializada em casamentos e batizados.

André Ventura, na sua segunda e mais longa intervenção (mais de meia-hora) do primeiro dia de trabalhos da II Convenção Nacional, entrecortado por gritos eufóricos pelo seu nome e palmas, descreveu muitos encontros no último ano com cidadãos que tinham deixado de acreditar e mesmo de votar há 20 anos.

"Esta sala, este congresso, este milagre, ninguém acreditava. Quando eu digo que é como uma religião é porque temos de ter a capacidade de converter e andar por todas as terras de Portugal e levar a nossa mensagem", afirmou.

Para Ventura, é "o partido das pessoas comuns, dos que trabalham, dos que pagam impostos, dos que são pais, dos que são avós".

"Somos o partido dos portugueses comuns, daqueles que deixaram de acreditar no sistema", vincou.

André Ventura Chega Évora política
Ver comentários