Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Bases do PSD com Carmona

A escolha de Carmona Rodrigues como candidado social-democrata à Câmara Municipal de Lisboa (CML) recebeu o apoio quase unânime das secções de Lisboa do PSD. De um total de nove secções, apenas uma, a secção F, presidida por Fernando Ribeiro Rosa, não subscreveu o comunicado de apoio à candidatura de Carmona Rodrigues, ontem divulgado.
23 de Abril de 2005 às 00:00
Carmona  Rodrigues não comenta a atitude dos vereadores da CML
Carmona Rodrigues não comenta a atitude dos vereadores da CML FOTO: Jorge Godinho
Note-se que Fernando Ribeiro Rosa é actualmente chefe de Gabinete do presidente da autarquia de Lisboa, Santana Lopes. Fica assim esclarecida publicamente a alegada falta de apoio das bases do partido à escolha do candidato por parte do líder do partido, Marques Mendes.
Os subscritores do comunicado, Sérgio Lipari (secção A), António Prôa (secção B), Rui Coelho (secção Oriental), Paulo Moreira (secção D), João Taveira (secção E), Borges da Silva, (G) Rui Marques (secção H) e Francisco Oliveira (secção I),“ congratulam-se com a decisão do presidente do partido em convidar o Professor Carmona Rodrigues para se candidatar à Câmara Municipal de Lisboa correspondendo à vontade das bases do partido em Lisboa mas também ao desejo dos lisboetas”. Afirmam ainda que “confiam no Professor Carmona Rodrigues” e “expressam a disponibilidade, o empenho e toda a lealdade para colaborarem activamente nesta candidatura, de modo a que, coroada de sucesso, possa servir Lisboa e os lisboetas”.
Apesar do apoio inequívoco das secções do PSD, cinco vereadores da CML não se conformam com a escolha do vice-presidente da CML para ser o candidato, pois preferem Santana Lopes. Pedro Pinto, Helena Lopes da Costa, Eduarda Napoleão, Maria Manuel Pinto Barbosa e Ana Sofia Bettencourt deslocaram-se anteontem à noite à sede do PSD para pedirem explicações a Marques Mendes. Os vereadores (Moreira Marques não se manifestou) lamentaram não terem sido ouvidos pelo partido sobre a decisão e ainda por não terem sido recebidos pelo líder do PSD, mas sim pelo secretário-geral, Miguel Macedo. Sobre esta última queixa, Miguel Macedo explicou ao CM que, de facto, foi pedida, na quinta-feira, uma audiência a Marques Mendes, “mas ficou acertado, e era do conhecimento dos vereadores, que a reunião seria com o secretário-geral”.
Instado pelo CM a comentar a atitude dos vereadores, fonte próxima do professor Carmona Rodrigues respondeu que “não merece qualquer comentário, porque o Professor Carmona Rodrigues “está neste momento concentrado no trabalho que está a desenvolver em Lisboa”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)