Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Bloco de Esquerda disponível para solução de quatro anos ou acordos pontuais

Catarina Martins afastou a hipótese de o Bloco de Esquerda integrar o Governo, afirmando que cumprirá o mandato no Parlamento.
Jornal de Negócios 6 de Outubro de 2019 às 22:35
A carregar o vídeo ...
Catarina Martins afastou a hipótese de o Bloco de Esquerda integrar o Governo, afirmando que cumprirá o mandato no Parlamento.
A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, mostrou-se esta noite disponível para uma "solução de estabilidade" com o PS ou, em alternativa, para realizar "negociações ano a ano" que permitam viabilizar leis.

Sublinhando que o PS "tem todas as condições" para formar governo, Catarina Martins afastou a hipótese de o Bloco de Esquerda integrar o Governo, afirmando que cumprirá o mandato no Parlamento.

Catarina Martins não disse se aceitaria um acordo com o PS sem o PCP. "É prematuro", disse.

A coordenadora do Bloco de Esquerda referiu-se, no entanto, a propostas que o PS não tem tido vontade de aprovar: reposição de compensações por despedimento, dos dias de férias, do pagamento das horas extraordinárias ou a eliminação do fator de sustentabilidade nas pensões. Catarina Martins também falou de investimento público ou no controlo dos CTT.

Com 96,51% dos votos contados, o Bloco de Esquerda consegue 9,39%.
Bloco de Esquerda Catarina Martins PS política liberdade de imprensa
Ver comentários