Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Conselho de Ministros aprova substituição do eurodeputado Álvaro Amaro no Comité das Regiões

Proposta prevê a subida a suplente do presidente da Câmara Municipal de Tabuaço, Carlos Carvalho.
Lusa 11 de Julho de 2019 às 15:20
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro, presidente da Câmara da Guarda
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro, presidente da Câmara da Guarda
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro
Álvaro Amaro, presidente da Câmara da Guarda
Álvaro Amaro
O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o pedido de substituição do eurodeputado social-democrata Álvaro Amaro no Comité das Regiões, na sequência da sua renúncia ao cargo de presidente da Câmara Municipal da Guarda.

O diploma aprova a alteração da delegação nacional no Comité das Regiões da União Europeia, prevendo a substituição de Álvaro Amaro pelo presidente da Câmara Municipal de Mafra, Hélder Silva, até aqui membro suplente deste órgão europeu.

A proposta prevê, por sua vez, a subida a suplente do presidente da Câmara Municipal de Tabuaço, Carlos Carvalho.

O Comité das Regiões Europeu é um órgão consultivo composto por representantes eleitos de autoridades regionais e locais dos 28 países da União Europeia, visando ser um espaço de partilha de opiniões sobre a legislação europeia com impacto direto nas regiões e nas cidades.

Álvaro Amaro, que é um dos cinco arguidos constituídos no âmbito da operação "Rota Final", renunciou ao mandato de presidente da Câmara da Guarda para assumir o mandato de deputado ao Parlamento Europeu, na sequência das eleições de 26 de maio último, deixando a presidir ao município o seu antigo vice-presidente, Carlos Chaves Monteiro.

Em 12 de junho passado, a PJ realizou buscas a 18 câmaras municipais do Norte e Centro do país, sendo a operadora de transportes públicos Transdev uma das visadas.

O município da Guarda foi inspecionado por uma equipa de seis elementos da PJ, que estiveram nos Paços do Concelho e pediram "um conjunto de documentos, onde estão processos relacionados com os transportes urbanos", afirmou, na altura, o atual presidente da Câmara da Guarda.

Álvaro Amaro é ainda arguido num outro processo, pela alegada prática dos crimes de fraude na obtenção de subsídio e prevaricação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)