Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Dia da Implantação da República marcado por luto nacional e sem discursos políticos

Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença na cerimónia do 5 de outubro, em dia de reflexão para as legislativas.
Wilson Ledo, Lusa e Susana Pereira Oliveira 5 de Outubro de 2019 às 09:35
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Cerimónia de comemoração do 109º aniversário da Implantação da República na Praça do Município em Lisboa
Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença este sábado na Praça do Município em Lisboa onde decorreu a cerimónia do 05 de Outubro, Dia da Implantação da República. A cerimónia acontece em dia de luto nacional após a morte de Diogo Freitas do Amaral, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros e fundador do CDS.

Esta cerimónia ocorre também no dia de reflexão antes das eleições legislativas marcadas para este domingo, dia 06 de outubro. Por esse mesmo motivo, esta cerimónia foi mais curta do que habitual e foi isenta de qualquer discurso político.


O ato solene, que durou cerca de meia hora, teve início com a audição do Hino Nacional tocado pela Banda da Guarda Nacional Republicana.

O Presidente da República recebeu as Honras Militares e depois disso, o chefe de Estado, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, a presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, e os vereadores da autarquia foram à varanda do Salão Nobre, onde foi hasteada a bandeira nacional.

A bandeira foi hasteada em meia-haste devido à morte do Primeiro líder do Centro Democrático Social. Recorde que Diogo Freitas do Amaral morreu esta quinta-feira, aos 78 anos.

As comemorações do 109.º aniversário da Implantação da República foram encerradas com a explicação da partitura original do Hino Nacional "A Portuguesa", que se encontra agora exposta no átrio dos Paços do Concelho, pela diretora do Museu da Presidência da República, Maria Antónia Pinto de Matos.

A cerimónia do 05 de Outubro deste ano foi ajustada para um formato mais curto, sem intervenções públicas, por se realizar na véspera das legislativas. Começou às 09h00 e terminou às 09h30 em ponto.

O 05 de Outubro voltou a ser feriado nacional em 2016 - tinha sido eliminado em 2013 pelo anterior Governo PSD/CDS-PP - e é uma das quatro datas anuais em que o chefe de Estado tem discursos protocolares, juntamente com o 25 de Abril, o 10 de Junho e Dia de Ano Novo.
Ver comentários