Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

"Há que evitar que possamos perder na Páscoa o que temos estado a ganhar", Marcelo recusa adiantar plano de desconfinamento

Presidente da República desaconselha baixar restrições por prudência e segurança.
Mariana Ferreira 25 de Fevereiro de 2021 às 22:37
Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: Lusa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta quinta-feira em declarações à TVI24 que a renovação do Estado de Emergência tem como objetivo "evitar perder o que temos estado a ganhar este mês".

Repetindo o que afirmou horas antes numa comunicação ao País, o Chefe de Estado recusa um "desconfinamento mais rápido", relembrando a pressão que ainda se sente nas estruturas de saúde e os atrasos nas entregas das vacinas Covid-19.

"Sabemos que a Páscoa é um momento de encontro familiar e há que evitar perder aí o que temos estado a ganhar este mês, que tem sido notável da parte dos portugueses", sublinhou.

Marcelo apela ainda a que não se confunda planeamento com desconfinamento, garantindo que este momento é para definir critérios.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários