Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Jerónimo convida Marcelo para ir à festa do Avante!

Secretário-geral diz ao Chefe de Estado para ir ver com os próprios olhos.
Andresa Pereira e João Maltez 6 de Setembro de 2020 às 09:50
Vista aérea da festa do Avante!
Público a assistir à atuação do humorista na festa do Avante!
Vista aérea da festa do Avante!
Público a assistir à atuação do humorista na festa do Avante!
Vista aérea da festa do Avante!
Público a assistir à atuação do humorista na festa do Avante!

Distâncias de segurança quase sempre mantidas, máscaras colocadas, contenção quanto baste na assistência aos espetáculos e um recinto com afluência a meio gás. Ao segundo dia da 44ª edição da Festa do Avante, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, deixou a certeza de que as regras da Direção-Geral da Saúde (DGS) foram respeitadas. E até convidou o Presidente da República a deslocar-se à Quinta da Atalaia, no Seixal, em resposta às dúvidas que Marcelo Rebelo de Sousa levantou na véspera.

"Não vou aqui abrir nenhuma guerra, mas gostaríamos de ver o Presidente a ver com os seus olhos e tirar as conclusões desta realidade que é a Festa do Avante", afirmou Jerónimo de Sousa, sem deixar de criticar o Chefe de Estado, que na sexta-feira se confessou "menos otimista" do que a DGS e o PCP quanto à realização do evento, sublinhando que aquilo que estava em causa era um problema de "avaliação política".

"Talvez queira dar uma mãozinha ao seu partido, que tem encabeçado esta campanha violenta contra a Festa do Avante", atirou este sábado o líder comunista, aludindo ao PSD, de que Marcelo foi presidente.

Ao longo de todo o sábado foram frequentes os alertas lançados pela organização, através do sistema sonoro, para que os visitantes fossem mantendo a distância física recomendada pelas autoridades sanitárias. Em todo o espaço da Festa do Avante, que a DGS limitou a 16 563 pessoas, os dispensadores de álcool-gel estiveram disponíveis e, salvo raras exceções, rostos sem máscaras só foram visíveis nos espaços de restauração.

Quanto às distâncias quase sempre mantidas, o humorista Ricardo Araújo Pereira, que durante a tarde participou num debate no espaço Festa do Livro, acabou por provocar o primeiro sobressalto, levando a organização a intervir e a apelar para que a assistência respeitasse o distanciamento.

A Festa do Avante termina este domingo e Jerónimo de Sousa, ao contrário do dia de abertura, estará no Palco 25 de Abril para o habitual discurso de encerramento.

Ver comentários