Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Lei laboral domina discursos no arranque da campanha das eleições presidenciais

Comunista João Ferreira deu pontapé de saída com comício no Porto, onde alertou para a refinaria de Matosinhos.
Diana Ramos e Lusa 11 de Janeiro de 2021 às 01:30
João Ferreira teve Jerónimo de Sousa a seu lado num comício no Coliseu do Porto
Marisa Matias voltou 
a encontrar as antigas trabalhadoras da Triumph, que elogiou
João Ferreira teve Jerónimo de Sousa a seu lado num comício no Coliseu do Porto
Marisa Matias voltou 
a encontrar as antigas trabalhadoras da Triumph, que elogiou
João Ferreira teve Jerónimo de Sousa a seu lado num comício no Coliseu do Porto
Marisa Matias voltou 
a encontrar as antigas trabalhadoras da Triumph, que elogiou
Dois dos candidatos à esquerda, o comunista João Ferreira e a bloquista Marisa Matias, deram o pontapé de saída da campanha com ações de rua. O candidato apoiado pelo PCP esteve no Porto, onde alertou para “o crime” de encerrar a refinaria da Galp em Matosinhos. Já a eurodeputada apoiada pelo BE arrancou a campanha “onde Marcelo esteve ausente”, com as ex-operárias da Triumph. A socialista Ana Gomes optou por adiar os eventos de campanha face ao agravamento da pandemia.

Em vez das cerca de 50 antigas trabalhadoras que há três anos fizeram vigília à porta da fábrica, Marisa Matias reuniu-se este domingo com oito “bravas mulheres”, como as apelidou. “Estou aqui também porque estou presente onde Marcelo Rebelo de Sousa esteve ausente, onde Marcelo Rebelo de Sousa coloca bloqueios para manter as leis da troika naquilo que são as condições de trabalho, eu quero entendimentos”. justificou. À tarde, a candidata apoiada pelo BE fez um comício, sem público.

Já João Ferreira teve casa bem composta num comício no Coliseu do Porto, ainda que com restrições à limitação. O eurodeputado do PCP frisou que Portugal “está numa encruzilhada complexa” face a décadas de políticas realizadas “contra a letra da Constituição”, que puseram em causa dos direitos dos trabalhadores. O candidato disse ainda que o fecho da refinaria da Galp é “um crime contra o País, contra a sua capacidade produtiva e a sua segurança energética, contra os seus trabalhadores”. 

calendário
Marisa Matias
A eurodeputada encontra-se hoje com cuidadora informal, na Charneca de Caparica. À tarde, estará com ambientalistas a visitar o Tejo. À noite, há comício sobre alterações climáticas.

João Ferreira
O candidato apoiado pelo PCP começa esta segunda-feira em Santiago do Cacém, com uma sessão pública no Auditório António Chaínho. À tarde terá uma ação na Casa do Alentejo, em Lisboa.

Ver comentários