Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa lamentam morte de bombeiro em incêndio na Lousã

José Augusto Dias, de 55 anos e natural de Fraldeu, Coimbra, morreu este sábado a combater as chamas que deflagram na Serra da Lousã.
Correio da Manhã 11 de Julho de 2020 às 23:19
A carregar o vídeo ...
Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa lamentam morte de bombeiro em incêndio na Lousã

Marcelo Rebelo de Sousa lamentou este sábado a morte de um bombeiro no combate a um incêndio na Lousã.

José Augusto Dias, de 55 anos e natural de Fraldeu, Coimbra, morreu este sábado a combater as chamas que deflagram na Serra da Lousã.

"O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa lamenta, com profunda consternação, a morte de um Bombeiro da corporação de Miranda do Corvo, que combatia, com a sua equipa, um incêndio na serra da Lousã.

Uma triste notícia e que representa uma perda profunda para quem tanto dá ao País. À família enlutada e ao Corpo de Bombeiros de Miranda do Corvo o Chefe de Estado envia as mais sentidas condolências.

Tendo havido ainda outros Bombeiros feridos, o Presidente da República contactou os Presidentes das Câmaras Municipais da Lousã e de Miranda do Corvo, assim como o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, para conhecer o ponto de situação no terreno e se inteirar do estado de saúde dos Bombeiros em questão, a quem deseja rápidas melhoras.", pode ler-se no site da presidência.

António Costa também reagiu à morte do bombeiro
O primeiro-ministro, António Costa, utilizou o Twitter para apresentar os pêsames à família e amigos do bombeiro morto no combate ao incêndio na Lousã.

"À família e amigos do chefe José Augusto Dias, à corporação de bombeiros de Miranda do Corvo, apresento em meu nome e de todo o governo os sentidos pêsames", pode ler-se na mensagem do primeiro-ministro.




Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)