Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Memória do pai em passeio higiénico do candidato Vitorino Silva

Saiu de casa para visitar as ruas que são o seu “gabinete” e voltou aos livros e à net.
Correio da Manhã 23 de Janeiro de 2021 às 01:30
Tino deu ontem um passeio higiénico em Rans
Tino deu ontem um passeio higiénico em Rans FOTO: ricardo jr
Confinado à campanha pela internet, Vitorino Silva saiu esta sexta-feira à tarde para um passeio higiénico pelas ruas de Rans, Penafiel, onde reside. Passou pela escola primária onde estudou e pelo local onde, aos 9 anos, falou com o pai pela última vez antes dele morrer. Ali lembrou que as eleições presidenciais são para todos, mesmo para quem não tem pais ou “padrinhos”.

Emocionado, o calceteiro lembrou que a rua é o seu “gabinete” e que abandonou o ‘escritório’ para cumprir o isolamento pedido a todos. Voltou a casa, onde conduziu a campanha desde a entrada em vigor do confinamento, e ligou-se de novo ao computador, através do qual chega “a milhões de pessoas”. Um meio democrático pela abrangência. Ainda que a democracia tenha de ser defendida dos “infiltrados” que navegam à boleia dela.

Tino de Rans, como é conhecido, recordou que não fala dos livros dos outros, até porque já escreveu cinco. Diz que o povo, confinado, vai “desabafar” nas urnas, no domingo.


Ver comentários