Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Mexia suspeito de corromper um ministro, um secretário de Estado e um diretor-geral

Defesas têm até esta segunda-feira para contestar.
22 de Junho de 2020 às 11:12
António Mexia e Manso Neto
António Mexia e Manso Neto FOTO: Direitos Reservados
O presidente executivo da EDP, António Mexia, e o presidente executivo da EDP Renováveis, João Manso Neto, são suspeitos de terem corrompido, em conjunto, um ministro, um secretário de Estado, um assessor governamental e um director-geral.

Os dois responsáveis são suspeitos também de terem corrompido João Conceição, antigo assessor do então ministro da Economia Manuel Pinho e que desde 2009 faz parte da comissão executiva da Redes Energéticas Nacionais (REN).

A notícia é avançada na edição desta segunda-feira, 22 de junho, pelo jornal Público.

As defesas dos três têm até esta segunda-feira para contestar os fundamentos e a necessidade da medida de coacção que o Ministério Público pede vários anos após ter iniciado a investigação. Os procuradores do caso pediram pedir a suspensão de funções de Mexia e Manso Neto na eléctrica nacional.
EDP Renováveis António Mexia João Manso Neto Ministério Público política governo (sistema)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)