Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Montenegro avança com PSD a afundar

Ex-líder da bancada desafia Rio a marcar diretas.
Diana Ramos,Janete Frazão e José Castro Moura 11 de Janeiro de 2019 às 09:09
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Rui Rio
Luís Montenegro assume-se já esta sexta-feira como candidato a líder do PSD. O ex-líder parlamentar do partido vai desafiar Rui Rio a convocar eleições diretas, numa declaração agendada para esta sexta-feira, às 16h00, no Centro Cultural de Belém, Lisboa. Aumenta assim a turbulência interna no PSD que, de resto, já faz mossa junto dos eleitores, segundo uma sondagem da Aximage para o CM e ‘Jornal de Negócios’.

A intenção de voto legislativo no PSD tem vindo a cair desde novembro, quando alcançou os 26,4%. Foi precisamente nesse mês que estalou a polémica das falsas presenças do deputado José Silvano. E foi no mês seguinte que os sociais-democratas caíram para os 24,7%. Este mês, a queda acentua-se mais e o partido desliza até aos 24,1%.

A instabilidade no PSD tem vindo a ser acompanhada nos últimos meses por crescentes movimentações internas com vista a destituir Rio da liderança. O ponto de saturação atingiu o pico nas férias de Natal, com a pressão toda a recair sobre Luís Montenegro.

Terá sido até feito um estudo de opinião interno que colocava o PSD num valor abaixo de 20% dos votos, sabe o CM. O estudo terá sido alargado e os dados não se alteraram, o que fez soar campainhas.

Após muita ponderação, Montenegro decidiu avançar. Sem tempo a perder, dado que estamos em ano de legislativas, Montenegro assumirá hoje que está disponível para ser líder. Se Rio recusar o repto, Montenegro está munido: tem a garantia de que conseguirá reunir as 33 assinaturas necessárias para convocar um conselho nacional extraordinário.

Quem ganha com esta turbulência é o PS que de uma intenção de voto legislativo de 37% em dezembro sobe para 37,7% em janeiro. Ainda assim, a maioria absoluta é um cenário longínquo. O afundanço do PSD está também patente na avaliação dos líderes: Rio é o que reúne pior nota (6,4). António Costa está no topo (10,2).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)