Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Não há plano B para bloqueio no orçamento da União Europeia, alerta António Costa

Primeiro-ministro diz que fim do braço de ferro da Hungria e Polónia é a única solução.
Lusa 1 de Dezembro de 2020 às 19:09
António Costa
António Costa
O primeiro-ministro português, António Costa, disse esta terça-feira não existir um plano B ao bloqueio na aprovação do orçamento da União Europeia (UE) e do novo Fundo de Recuperação, instando ao fim do braço de ferro da Hungria e Polónia.

"Não há plano B que não seja aprovar o próximo Quadro Financeiro Plurianual e o Mecanismo de Recuperação e Resiliência no próximo Conselho Europeu de dia 10 e 11 de dezembro", declarou António Costa, falando em conferência de imprensa, em Bruxelas.

Em declarações prestadas após um encontro com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, no quadro dos encontros preparatórios da presidência portuguesa da UE, o chefe de Governo português mostrou-se, inclusive, "disponível para ficar mais uns dias" em Bruxelas, em dezembro, para garantir esse acordo.

Ver comentários