Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

PCP preocupado com planos de contingência em lares de idosos no distrito de Évora

Na sequência do surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz.
Lusa 4 de Julho de 2020 às 15:30
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
Idosos transferidos do lar de Reguengos de Monsaraz
O PCP afirmou-se este sábado preocupado com os planos de contingência nos lares de idosos no distrito de Évora e a existência de meios para a sua concretização, na sequência do surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz.

Numa pergunta dirigida ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e hoje enviada à agência Lusa, o PCP considera que as condições em que surgiu e se desenvolveu o surto de covid-19 em Reguengos de Monsaraz "suscitam óbvias preocupações quanto à necessidade de cumprimento das regras que estão definidas para proteção da população idosa que se encontra em lares".

"Em causa estão as regras definidas há já alguns meses para a elaboração de planos de contingência nos lares, bem como a necessidade de cada instituição dispor dos meios necessários à sua concretização", alegam os comunistas.

O PCP alerta para a importância destas questões no distrito de Évora, considerando "o envelhecimento da população e a circunstância de haver um número muito elevado de idosos a viver em lares".

Considerando as responsabilidades do Governo na verificação dessas condições nos lares de idosos, nomeadamente através dos serviços da Segurança Social e dos seus meios inspetivos, o PCP questionou o Governo sobre a existência desses planos.

O PCP questionou ainda o Governo sobre "as medidas tomadas para o cumprimento das regras definidas, a adequação dos meios existentes face à ocorrência de surtos de covid-19, bem como sobre as regras definidas para a articulação entre os serviços públicos e as instituições responsáveis pelos lares".

Com a situação no lar, o concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto da doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 do Alentejo com nove mortos e 143 casos ativos.

Em Portugal, morreram 1.598 pessoas das 43.156 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)