Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Presidente da República enaltece "traço de humanidade e serviço comunitário" de Laura Ferreira

Mulher do ex-primeiro-ministro morreu esta terça-feira vítima de cancro.
Lusa 25 de Fevereiro de 2020 às 11:53
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: Tiago Sousa Dias
O Presidente da República dirigiu hoje as "mais sentidas e amigas condolências" ao ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho pela morte da sua mulher, salientando que Laura Ferreira "deixou um traço de humanidade e serviço comunitário na sociedade portuguesa". 

Numa nota publicada no 'site' da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa apresenta "as mais sentidas e amigas condolências" ao também ex-líder do PSD, "neste momento de enorme perda da sua mulher".

Para o chefe de Estado, Laura Ferreira, que morreu hoje em Lisboa, foi "alguém que deixou um traço de humanidade e serviço comunitário na sociedade portuguesa".

A mulher do ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, Laura Ferreira, morreu hoje vítima de doença prolongada, confirmou à agência Lusa fonte oficial do PSD.

"É verdade, foi durante a noite", indicou a mesma fonte.

Laura Ferreira, de 54 anos, estava internada no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, onde morreu.

PSD Laura Ferreira Pedro Passos Coelho Lisboa questões sociais morte demografia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)