Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

PSD ‘conta espingardas’ na corrida à liderança

Montenegro já avançou, atual líder pressionado a recandidatar-se e Pinto Luz já só está à espera de Rio.
Salomé Pinto 14 de Outubro de 2019 às 09:38
Rui Rio
Luís Montenegro
Miguel Pinto Luz
Rui Rio
Luís Montenegro
Miguel Pinto Luz
Rui Rio
Luís Montenegro
Miguel Pinto Luz
O PSD já conta espingardas na disputa pela liderança do partido, com as distritais muito divididas entre os três principais potenciais candidatos: Rui Rio, Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz.

Entre os presidentes das distritais, Rui Rio conta com ligeira vantagem nos apoios, alguns dos quais expressos na petição online a favor da sua recandidatura, mas as divisões internas multiplicam-se.

Braga e Aveiro são os exemplos mais emblemáticos, onde tropas rioistas e montenegristas estão praticamente em pé de igualdade ao nível das concelhias, apesar de os seus líderes distritais serem pró-Rio. Salvador Malheiro, presidente da distrital de Aveiro, está com o atual presidente do PSD, mas líderes de concelhias como Santa Maria da Feira estão com Montenegro, assim como as secções de Espinho, Vagos ou de São João da Madeira, onde está inscrito Castro Almeida, que se demitiu da vice-presidência de Rio.

Na distrital de Braga, o cenário é idêntico. O seu presidente e eurodeputado José Manuel Fernandes apoia Rio, mas o vice da distrital, João Granja, está com Montenegro, que também tem o apoio de Hugo Soares, ex-líder parlamentar e presidente da concelhia de Braga. Paulo Cunha, presidente da Câmara de Famalicão, é outro apoio de peso no distrito.

No Porto, ainda está tudo em aberto, mas à partida os votos deverão favorecer Rui Rio, revelou uma uma fonte social-democrata ao CM. "A distrital e as concelhias estão à espera de Rui Rio", frisou a mesma fonte.

Com exceção de Faro e Beja que estão com Rio, no sul as tropas estarão mais reforçadas do lado do vereador da Câmara de Cascais, Miguel Pinto Luz, que tem o apoio de Carlos Carreiras e do ex-secretário-geral do PSD, Matos Rosa. Pinto Luz vai poder contar com Lisboa e Santarém, enquanto Setúbal ainda está a ponderar mas deverá seguir a mesma orientação e apoiar o autarca.

Rangel apontado como plano B ao atual líder
O eurodeputado Paulo Rangel está a ser pressionado a avançar com uma candidatura à liderança do PSD caso Rui Rio opte por não concorrer nas diretas. O próprio não afastou, à Rádio Renascença, esse cenário.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)