Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Rui Rio: "15 milhões de euros de impostos para ajudar a pagar os programas da manhã e o Big Brother"

Presidente do PSD, que esteve no programa da manhã da SIC, apresentando por Cristina Ferreira, voltou a criticar o apoio estatal do Governo aos meios de comunicação social.
Cátia Andrea Costa / SÁBADO 19 de Maio de 2020 às 21:19
Rui Rio
Rui Rio
O presidente do PSD, Rui Rio, não se conforma com o apoio de 15 milhões de euros que o Estado atribuiu aos meios de comunicação social para os ajudar a enfrentar a crise provocada pela pandemia de covid-19. Com uma mensagem publicada no Twitter voltou a demonstrar o seu desagrado, dizendo que tem sido muito atacado por essa sua posição.

"15 milhões de € de impostos para ajudar a pagar os programas da manhã e o Big Brother que voltou em força. Tanto me têm atacado por eu não compreender esta urgência democrática", escreveu o líder social-democrata, que esteve no programa das manhã da SIC, apresentando por Cristina Ferreira, em dezembro do ano passado. Outros líderes políticos passaram pelo mesmo programa: António Costa, Jerónimo de Sousa, Catarina Martins e Assunção Cristas são alguns exemplos. 



No final de abril, Rio também usou a mesma rede para deixar algumas perguntas que demonstravam a sua posição sobre esta decisão governamental. Num tweet, o líder do PSD perguntou se seria "justo" lançar um apoio aos media, sem dar o mesmo a outras empresas e se seria "correto" que a ajuda aos órgãos de comunicação social seja feita sob a forma de compra de publicidade.

Em entrevista à CMTV, Rui Rio voltou a criticar os apoios, reforçando discordar de uma subsidiação especial para o setor. "As empresas de comunicação social são empresas iguais às que fabricam móveis, sapatos, têxteis. Se têm uma dificuldade, devem ter todos os apoios que existem para todas as empresas", afirmou então o líder do PSD.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)