Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

"São os problemas do País que nos trazem aqui": Jerónimo de Sousa discursa na abertura do congresso do PCP

Evento começou esta sexta-feira, em Loures.
Correio da Manhã 27 de Novembro de 2020 às 10:53
Jerónimo de Sousa discursa na abertura do congresso do PCP
Jerónimo de Sousa discursa na abertura do congresso do PCP FOTO: CMTV
O XXI Congresso Nacional do PCP começou esta sexta-feira, em Loures, Lisboa, à hora prevista, às 10h30, hora a que os delegados entoaram "A Internacional".

Eram 10h32 quando foram iniciados os trabalhos do congresso no pavilhão Paz e Amizade.

A presidência do congresso pediu aos delegados que se respeitassem as regras sanitárias devido à situação epidémica em Portugal. Este é o congresso de um partido, disse, que "não se dá ao privilégio e ao egoísmo para se resguarda, enquanto centenas de milhares de trabalhadores estarão nos seus locais de trabalho todos os dias, resistindo à instensificação da exploração a pretexto da epidemia e têm que utilizar transportes".

Jerónimo de Sousa, secretário geral do PCP, abriu esta sexta-feira o congresso do partido com ataque aos críticos do evento. "São os problemas do País que nos trazem aqui, disse.

Jerónimo de Sousa acusou os Estados Unidos da América de terem como alvo a Rússia e a China que têm demonstrado um "desenvolvimento e papel no plano internacional" e afirmou que o novo presidente dos EUA, Joe Biden é um imperador que "constitui uma séria ameaça aos povos e à paz, que encerra o perigo do desencadeamento de conflitos de grandes proporções, incluindo com dimensão nuclear".
Os militantes comunistas reúnem-se num concelho governado pelo comunista Bernardino Soares e no mesmo pavilhão, Paz e Amizade, de Loures, onde o XIII congresso, em 1990, elegeu para "número dois" do partido, então liderado por Álvaro Cunhal, o economista Carlos Carvalhas, que agora abandona o comité central.

País Jerónimo de Sousa PCP política partidos e movimentos
Ver comentários