Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Sardinha abundante e mais barata este ano

Secretário de Estado das Pescas pede aos consumidores para comprarem peixe nacional.
José Carlos Eusébio 1 de Junho de 2020 às 08:11
Pesca da sardinha
Pesca da sardinha FOTO: João Cortesão
Os pescadores garantem que há abundância de sardinha este ano, mas receiam uma descida do preço. O Governo reconhece que houve uma recuperação do stock, apelando ao consumo de peixe português para que não haja uma quebra de valor. A pesca de sardinha é retomada esta segunda-feira. A quota disponível é de 6300 toneladas, até ao final de julho.

"Há muita sardinha, de norte a sul", garante ao CM Mário Galhardo, da Cooperativa dos Armadores de Pesca do Barlavento (Barlapescas). O problema "será o escoamento", porque este ano não se realizam "as festas populares e alguns restaurantes nem sequer vão trabalhar a 50%", afirma o dirigente.

José Apolinário, secretário de Estado das Pescas, diz ao CM ter consciência de que "os preços podem cair", pelo que lança o apelo "aos consumidores para escolherem o peixe da nossa costa e dos nossos pescadores, que é o melhor do Mundo". E adianta que "temos as conservas e a congelação como alternativas" para o escoamento.

Em relação ao pedido dos pescadores para o alargamento da pesca da sardinha até novembro, José Apolinário diz que o Governo espera "um parecer científico" em meados de julho e só depois irá definir as possibilidades de pesca.

PORMENORES
Capturas no ano passado
O volume total das capturas de sardinha em 2019 cifrou-se em 9700 toneladas - uma quantidade semelhante à de 2018.

1,96 euros por quilo
Em termos de valor, já no ano passado houve um decréscimo significativo (menos 13%). O preço médio nas lotas diminuiu de 2,26 euros por quilo, em 2018, para 1,96 €/kg, em 2019.

Peixe importado
A importação de sardinha a preços mais baixos é uma das explicações para a desvalorização da nacional, refere a publicação ‘Estatísticas da Pesca 2019’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)