Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

"Seria recomendável evitar viagens de finalistas, afirma António Costa devido ao coronavírus

Saída dos alunos para o estrangeiro é desaconselhada.
Correio da Manhã 27 de Fevereiro de 2020 às 10:03
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, falou esta quinta-feira com os jornalistas sobre o surto de coronavírus - que poderá estar iminente em Portugal - e afirmou que as viagens de finalistas são desaconselhadas nesta altura. 

"Creio que todos temos que estar cientes que, com o grau de expansão que o vírus tem tido, até agora temos tido a felicidade de nenhum caso positivo se ter verificado, mas mais tarde ou mais cedo algum caso positivo se vai verificar. Aquilo que nós nos temos que nos preocupar é em tomarmos as medidas sem dramatização, sem pânico, para evitar que, ainda que negligentemente, possamos ser transmissores", frisou.

O primeiro-ministro afirma que não se deve criar alarmismos e que, para já, não se justifica fechar escolas ou mesmo fronteiras. Segundo este é ainda aconselhável recorrer à linha de saúde 24 antes de se dirigir a qualquer unidade de saúde.

"Há uma coordenação internacional que tem vindo a ser adotada identificando quais são as boas práticas e o que é que cada país deve fazer e é assim que devemos agir, sem pânicos desnecessários mas também sem inconsciência de não perceber que há obviamente um risco", referiu António Costa.

António Costa disse que o novo vírus da China vai chegar a Portugal mas, até lá, é recomendável seguir as recomendações da DGS como lavar as mãos, ter atenção a possíveis sintomas da doença caso se tenha viajado e "manter uma certa distância social".

O Ministério da Educação está a aconselhar as escolas a avaliar as saídas dos alunos para o estrangeiro, seja em visitas de estudo ou em viagem de finalistas. 

A recomendação chegou a Portugal esta quarta-feira por parte da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, avança a RTP. 

Caso as viagens de finalistas sejam canceladas, as agências não vão reembolsar os alunos, a não ser que a Organização Mundial de Saúde (OMS) aprove novas medidas de restrição.

Em Portugal já foram testados 19 casos suspeitos, todos eles com resultados negativos, e sete estão ainda a ser avaliados. 

Ministério da Educação educação ensino ensino alunos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)