Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Areia dragada de porto gera queixas em praia de Lagos

Draga está a depositar areia há mais de uma semana junto à praia de Porto de Mós.
Diana Santos Gomez 20 de Outubro de 2019 às 11:05
Dragagem da barra de Lagos começou há cerca de uma semana. Parte da areia retirada é usada para encher praias
Dragagem da barra de Lagos começou há cerca de uma semana. Parte da areia retirada é usada para encher praias FOTO: Nuno Alfarrobinha
Nos últimos dias apareceu uma embarcação que fazia grandes descargas de areia, pelo menos três por dia, junto à costa", conta ao CM Gonçalo Caetano, nadador-salvador na praia de Porto de Mós em Lagos.

"A draga tinha uma retroescavadora que atirava pedras e outras coisas", e, reforça Gonçalo, "os banhistas reclamaram preocupados com a água suja". Este profissional realça que "podiam pelo menos clarificar as pessoas sobre a qualidade da água", adiantando que contactou a Polícia Marítima mas esta apenas informou que havia uma autorização para o procedimento em causa.

Ao que apurou o CM, as descargas efetuadas trazem a areia proveniente da zona do Porto de Lagos. Os trabalhos de dragagem começaram há cerca de uma semana com o objetivo de escavar uma profundidade de quatro metros neste porto e têm um prazo de execução de 90 dias. Garantir a passagem em segurança das embarcações de maior dimensão é o propósito deste projeto da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos.

Está previsto retirar um total de 70 mil metros cúbicos de areia, sendo que apenas 50 mil deverão servir para a alimentação artificial das praias de Porto de Mós e da Luz, em Lagos.

Segundo fonte contactada pelo CM, é natural que durante dois meses seja largada areia à beira-mar e, para isso, foram feitas análises que reconhecem a qualidade da areia depositada junto às praias. Os restantes 20 mil metros cúbicos, que representam as camadas mais profundas de areia retirada pela draga, serão libertados a cerca de 10 quilómetros da costa por falta de garantia de qualidade.
Porto de Lagos Gonçalo Caetano Porto de Mós ambiente
Ver comentários