Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul

Protestos em defesa do ambiente contaram com forte presença de estudantes.
João Saramago 26 de Setembro de 2020 às 09:48
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Jovens marcham pelo clima nas cidades de Norte a Sul
Milhares de pessoas participaram, esta sexta-feira, na marcha pelo ambiente promovida pelo movimento Salvar o Clima, que decorreu em cidades como Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Évora, Beja e Alcácer do Sal.

"Sobrevivência não é utopia" ou "gás, petróleo e carvão debaixo do chão" foram alguns das frases de ordem, expressas em cartazes, na manifestação que, em Lisboa, arrancou no Marquês de Pombal e terminou no Rossio.

Também em Beja, organizações de defesa do ambiente manifestaram a sua preocupação: "Fortes, onde existe uma fábrica de bagaço de azeitona, que polui, é o exemplo dos graves problemas ambientais que o Baixo Alentejo está a viver", disse Fátima Mourão, da Associação Ambiental Amigos de Fortes.

Entre 30 a 40 jovens, com máscaras e distanciados entre si, concentraram-se no Jardim Botânico, em Coimbra, e seguiram até à praça 8 de Maio, gritando frases de ordem como "Não há planeta B". As greves estudantis de sexta-feira foram criadas pela jovem ativista sueca Greta Thunberg.
Lisboa Clima Norte Évora Salvar Aveiro Porto Coimbra Beja Alcácer do Sal questões sociais política
Ver comentários