Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Mercado de Braga em obras só fica pronto em novembro

Prolongamento do mercado temporário, localizado no largo do Pópulo e no Campo da Vinha, sobe custo em mais 600 mil euros.
Manuel Jorge Bento 5 de Setembro de 2020 às 09:48
Mercado Municipal temporário tem instalações divididas entre o largo do Pópulo e o Campo da Vinha
Mercado Municipal temporário tem instalações divididas entre o largo do Pópulo e o Campo da Vinha FOTO: Direitos Reservados
A empreitada de requalificação do Mercado Municipal de Braga deverá ficar concluída em novembro, indicou esta sexta-feira a câmara municipal, que vota, na segunda-feira, o prolongamento do mercado temporário - localizado no largo do Pópulo e no Campo da Vinha. A medida leva ao investimento de mais 600 mil euros.

"Este é mais um esforço do município para apoiar um setor importante da nossa economia, permitindo, por um lado, o exercício contínuo da atividade de todos os operadores que fizeram a sua aposta profissional no mercado municipal e, por outro, a fidelização de clientes e a procura de novos públicos, que se repercutirá no funcionamento futuro no novo equipamento", afirmou Olga Pereira, a vereadora responsável pela gestão do mercado.

A obra foi adjudicada em 2018 por 5,7 milhões de euros e começou a ser executada em abril do ano passado. A data de conclusão já foi adiada várias vezes e está agora prevista para novembro. O orçamento também já sofreu várias derrapagens, com imprevistos que o autarca Ricardo Rio considerou "normais num projeto desta envergadura". Agora, a conta sobe mais 600 mil € pelo aluguer das tendas por mais dois meses.

"Quando avançámos com a requalificação do mercado municipal, deixámos claro que iríamos dar todas as condições para que os comerciantes continuassem a sua atividade com o menor transtorno possível e a verdade é que o mercado temporário tem tido uma afluência notável, resultando num claro benefício para a economia familiar dos comerciantes e dos bracarenses que utilizam este equipamento", acrescentou a vereadora.
Ver comentários