Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Novo canil acolhe 125 cães e gatos em Vila Nova de Famalicão

Centro de Recolha de Animais nascerá na freguesia de Calendário, com um custo de 391 mil euros.
Fátima Vilaça 30 de Agosto de 2019 às 08:36
Cão
Gato
Cão
Gato
Cão
Gato
É mais um passo na política municipal de defesa animal." É desta forma que Paulo Cunha, presidente da Câmara de Vila Nova de Famalicão, define o projeto de construção do novo Centro de Recolha Oficial de Animais, que vai substituir o velho canil municipal.

O novo equipamento, com um custo estimado em 391 mil euros, terá capacidade para receber 80 cães, 45 gatos e ainda quatro animais de outras espécies. O concurso público foi esta quinta-feira aprovado. A obra ainda não tem data para avançar.

O Centro de Recolha de Animais de Vila Nova de Famalicão será construído no lugar de Sertãos, em Calendário, junto às instalações atuais do canil municipal, numa área de cerca de 5500 metros quadrados. Entre outras valências, o novo canil terá uma zona de recreio e atividade física para cães e gatos.

"Será um equipamento de qualidade, que dotará o concelho de um espaço com condições para acolhimento e tratamento de animais errantes", especifica a autarquia, em comunicado.

Melhorar os objetivos sanitários, controlar doenças, melhorar o bem-estar animal, a segurança da população, as condições de trabalho e a funcionalidade do espaço atual são as preocupações que estão na base da decisão.

"Muito mais do que um canil/gatil, este será um espaço de defesa e sensibilização animal, e de promoção da sua adoção, com a criação de dinâmicas e sinergias com a comunidade e associações, com o objetivo de promover o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida dos animais", sublinhou o autarca.

Além das boxes para as diferentes espécies, o novo centro terá instalações individuais e de grupo, celas de quarentena e de ninhadas, enfermaria, armazéns, gabinete veterinário e zona de desinfeção.
Ver comentários