Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Passadiços no Tejo ligam Barquinha a Constância

Autarquia de Vila Nova da Barquinha admite que “vai ter de haver expropriações”.
José Durão 21 de Agosto de 2019 às 08:59
Rio Tejo
Rio Tejo FOTO: Carlos Barroso
Está em fase de adjudicação o projeto que vai ligar Vila Nova da Barquinha ao Centro Náutico de Constância, através de passadiços de madeira que irão passar junto do castelo de Almourol, de Tancos, do Cais de Pai Avô, da praia do Ribatejo e da Fonte da Galeana, sempre ao longo do rio Tejo.

O projeto representa um investimento de 300 mil euros, sendo que 85 por cento dessa verba será assegurada através de financiamento de fundos europeus.

O trajeto escolhido é já conhecido em Vila Nova da Barquinha, visto que coincide com o percurso habitualmente utilizado na prova anual de BTT da vila.

Atualmente, o percurso não apresenta as melhores condições, pelo que, para além da construção dos passadiços, que vão permitir passagem de peões e ciclistas, serão ainda criados miradouros, corrimões e pontes ao longo da rota, para garantir a segurança dos utilizadores e dos visitantes.

Para além da adjudicação da obra, o processo aguarda ainda pela conclusão das negociações com alguns dos proprietários dos terrenos por onde o Trilho Panorâmico há de passar, visto que a rota atravessa terrenos estatais, militares e particulares. "Há meia dúzia de pessoas que não cederam a passagem e por isso vai ter de haver expropriações", explica o presidente da câmara, Fernando Freire, que, disse, gostaria de concretizar o projeto até ao final do mandato.

Até à conclusão dos passadiços, os turistas que pretendem desfrutar da beleza natural do Tejo poderão aproveitar as viagens de barco entre a Barquinha e Constância. As diferentes rotas variam entre 2,5 euros e 10 euros por pessoa e partem de Almourol, Tancos e Vila Nova da Barquinha.
Ver comentários