Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Redução de velocidade na Segunda Circular em Lisboa

Sinistralidade no troço Buraca/Fonte Nova leva autarquia a pensar em adotar limite de 50 quilómetros/hora.
João Saramago e Lusa 1 de Abril de 2019 às 08:50
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Segunda Circular
Conduzir na Segunda Circular, onde diariamente circulam 105 mil viaturas, poderá implicar reduzir a velocidade para o limite 50 quilómetros por hora, no troço entre o nó da Buraca e o do Fonte Nova, e no resto da via de 80 para 60 km/h, admitiu o vereador da Mobilidade da Câmara de Lisboa, Miguel Gaspar.

A redução da velocidade é explicada por "o troço entre o nó da Buraca e a zona do Fonte Nova" registar um maior número de acidentes. Contudo, Miguel Gaspar não exclui "a hipótese de avaliar uma redução em toda a via, a exemplo do que foi feito no Eixo Norte/Sul pela Infraestruturas de Portugal.

"Embora as pessoas possam achar que isto as prejudica, é mais seguro. Há mais escoamento de carros a 60 km/h do que a 80 km/h. Perde-se menos tempo nas horas de ponta", referiu Miguel Gaspar.

O vereador da Mobilidade apontou ainda que as ruas de quarto e quinto nível de importância deverão passar a um limite de 30 km/h, ou seja, "aquilo que é abaixo da avenida de Roma em termos de importância".

Fora dos objetivos da autarquia está a instalação de portagens . "Entre o estacionamento e as medidas de microgestão de tráfego, acredito que há uma alternativa melhor do que uma portagem urbana", defendeu, referindo que o preço do estacionamento é uma das razões que as pessoas apontam para andarem de transporte público. "O preço do estacionamento já é uma forma de portagem", sustentou, atribuindo à política de estacionamento um "papel muito importante" para uma mudança de comportamentos. Em breve serão criados mais 440 lugares no Areeiro . Também irão avançar novos parques em Carnide e no Parque nas Nações.

Bicicletas retiram 1600 lugares 
Até 2020, Lisboa quer alargar a todas as freguesias o sistema de bicicletas partilhadas Gira. Cada quarteirão terá também estacionamento para bicicletas, trotinetas e motas. Para a concretização desse objetivo a autarquia vai transferir cerca de 1600 lugares de automóveis para bicicletas.

Restrições para carros poluentes
O vereador da Mobilidade na Câmara de Lisboa, Miguel Gaspar, equaciona aumentar a proteção do centro da capital face aos carros mais poluentes, recorrendo à fiscalização eletrónica. Nas operações Stop da Polícia Municipal, este ano, foram já multados 55 condutores nas ‘zonas zero’.

Mais radares para travar acidentes
A expansão da rede de radares levará a um aumento de 21 para, pelo menos, 40 destes equipamentos na capital. O vereador Miguel Gaspar salientou que "nenhum radar está escondido, todos são muito visíveis e estão bem anunciados". "Sinceramente só é apanhado quem vai distraído", observou.
Segunda Circular Lisboa Carnide Portugal Fonte Nova
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)