Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Sinais impedem camiões de seguir para o aterro em Valongo

Empresa acusa autarca de “abuso de poder” ao proibir a circulação de camiões com mais de 3,5 toneladas.
Aureliana Gomes 2 de Setembro de 2020 às 08:16
Sinalização foi colocada, há dias, entre o cruzamento de Cinco Caminhos, em Alfena, e o Pavilhão Municipal de Sobrado
Sinalização foi colocada, há dias, entre o cruzamento de Cinco Caminhos, em Alfena, e o Pavilhão Municipal de Sobrado FOTO: Direitos Reservados

O verniz voltou a estalar entre a Recivalongo e a Câmara de Valongo. Desta vez, com a dona do aterro de Sobrado a acusar a autarquia de proibir os camiões de circularem na estrada de acesso ao aterro, ficando impedidos de depositar os resíduos que transportam. A empresa acusa o presidente da câmara, José Manuel Ribeiro, de "abuso de poder".

A sinalética na estrada municipal 606, entre o cruzamento de Cinco Caminhos (Alfena) e o Pavilhão Municipal de Sobrado, foi modificada na semana passada. Os novos sinais condicionam a circulação de camiões com mais de 3,5 toneladas. Salvaguardam, no entanto, a circulação de veículos de emergência, serviços públicos e viaturas autorizadas.

Segundo a Recivalongo, a medida tem causado transtornos a várias empresas. Em comunicado, indica que, "no contexto de pandemia, impedir o funcionamento de um aterro que garante a atividade de mais de mil empresas é de uma enorme irresponsabilidade". E acrescenta que "a intenção do autarca é impedir a atividade do aterro". Ainda segundo a Recivalongo, esta decisão contraria o último despacho da Divisão de Obras Municipais, que refere que condicionaria trânsito apenas num sentido, ficando a passagem assegurada através da autoestrada - o que não acontece. Na última semana, terão sido realizadas várias ações de fiscalização a camiões, após a rotunda na saída da autoestrada 42.

A Câmara de Valongo justifica, dizendo que "a medida visa a proteção do ambiente, da qualidade de vida e da salvaguarda da segurança das populações residentes e utilizadoras dos equipamentos escolares e desportivos da vila de Sobrado".

Ver comentários