Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Torre de Moncorvo com projeto de ponte para acabar com isolamento

Via está condicionada há vários anos e não pode receber autocarros nem camiões.
Tânia Rei 26 de Fevereiro de 2020 às 09:28
Projeto para ponte quer acabar com isolamento em Torre de Moncorvo
Nuno Gonçalves
Projeto para ponte quer acabar com isolamento em Torre de Moncorvo
Nuno Gonçalves
Projeto para ponte quer acabar com isolamento em Torre de Moncorvo
Nuno Gonçalves
O município de Torre de Moncorvo elaborou um projeto para melhorar as condições da ponte da Foz do Sabor, o único acesso de muitas aldeias à sede de concelho, mas também ao IP2 e ao IC5. O estudo já foi entregue ao Governo.

Os utilizadores da via aplaudem as obras, e revelam que quando há cheias e a ponte fica submersa chegam a ter de fazer cerca de 70 quilómetros a mais.

Nuno Gonçalves, edil, vinca que a ponte "já está condicionada desde a queda em Entre-os-Rios". "A câmara tem um projeto, que foi encomendado e entregue ao senhor secretário de Estado das Infraestruturas, para que seja feita uma nova plataforma", avança. A Jorge Delgado chegou também outra reivindicação: "O acesso ao IP2 foi visto como provisório."

Na ponte não passam pesados de mercadorias nem de passageiros, o que causa transtorno numa zona com infraestruturas turísticas. Situação atestada por José Maria Pinto, comerciante.

"A ponte devia ser melhorada porque o trânsito, especialmente no verão, é muito. Devia ter obras no piso e, se possível, ser alargada." Luís Pinto passa todos os dias por ali.


"Podiam fazer uma ponte mais alta, desde o cimo da aldeia em direção ao IP2, para não ficarmos isolados no inverno." O aumento do caudal do rio Sabor, junto à barragem, deixou a ponte submersa durante três dias, em dezembro. "Para irmos para Moncorvo, temos de ir a Carrazeda de Ansiães, numa média de 70 km, quando estamos a 4,5 km da vila", nota Luís Pinto.

António Tavares, que faz uso da travessia "três e quatro vezes por dia", corrobora: "Ocorrem aqui acidentes. A ponte é estreitinha e está muito baixa. Quando vem a água, ficamos aqui isolados."
Ver comentários