Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Torre de Moncorvo projeta maior ponte pedonal do mundo

Ligação prevista ao Museu do Côa, em Foz Côa, para promover região e atrair turistas.
Sérgio Pereira Cardoso 23 de Outubro de 2020 às 08:35
A Câmara de Torre de Moncorvo pretende construir a maior ponte pedonal do mundo, orçada em três milhões de euros, para ligar aquele concelho ao Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, e unir as duas margens do Douro.

"O Município irá apresentar o projeto a várias entidades nacionais e regionais para que sejam parceiras neste investimento", indicou a autarquia, especificando que a ligação será entre aquele museu e o Alto da Barca, no Peredo dos Castelhanos, em Moncorvo. Terá um vão de cerca de 750 metros, maior do que os 516 metros da ponte 516 Arouca, que poderá ser inaugurada ainda este ano e que aquele concelho do distrito de Aveiro diz que vai ficar com esse título de maior ponte pedonal suspensa do mundo, pretendido agora em Moncorvo.

"Estamos no coração de algo que é privilegiado, o Douro, o Côa, dentro do Parque Arqueológico do Vale Côa (PACV) e no Alto Douro Vinhateiro (ADV)", refere Nuno Gonçalves, edil de Torre de Moncorvo. "Sempre foi uma política do executivo pensar desta forma, o turismo que chega ao Porto tem de vir por esse rio cá para cima. E também vimos que o turista fica um dia em Torre de Moncorvo, a ideia é que ele consiga ficar pelo menos duas noites", vincou.

A ideia prevê ainda a construção de uma rede de passadiços e caminhos pedonais que interliguem os principais pontos de interesse, a pavimentação de caminhos públicos rodoviários de acesso à ponte pedonal e miradouros, bem como a construção de uma nova ponte rodoviária sobre a ribeira do Arroio. O represente da empresa projetista, Armindo Rodrigues, releva a ligação entre dois distritos, Bragança e Guarda.
Ver comentários