Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Jovem baleada precisa de ajuda

Marta sobreviveu ao ataque do ex-namorado.
Tânia Laranjo 16 de Junho de 2015 às 08:01
Marta foi atingida na cara. A prima, também baleada, morreu no local. O ex-namorado (na foto com Marta) está em prisão preventiva
Marta foi atingida na cara. A prima, também baleada, morreu no local. O ex-namorado (na foto com Marta) está em prisão preventiva FOTO: Nuno André Ferreira
Marta Nogueira, de 22 anos, baleada pelo ex-namorado em Pinhão, em abril deste ano, já está a recuperar. Depois de ter estado vários dias a lutar pela vida, no Hospital de Santo António, no Porto, a jovem – que foi baleada no rosto, na Pastelaria Princesa do Douro, perto da estação ferroviária de Pinhão – precisa agora de ser transferida para um centro de reabilitação. A família divulgou ontem um apelo via Facebook a pedir apoios para que a jovem seja assistida em Vila Nova de Gaia, onde existe uma unidade privada. Garantem que não têm meios para manter a jovem naquele espaço.

Marta viu a prima Joana morrer, aos 21 anos, depois do ex-namorado ter entrado armado na pastelaria onde ambas trabalhavam. Disparou contra Marta porque não aceitava a separação e contra a prima – a quem culpava de ter convencido a jovem a terminar o namoro.

O suspeito, que saiu ainda do local num carro que tinha pedido emprestado, acabou por se entregar duas horas depois na PSP de Vila Real. Está em prisão preventiva.

O estado de Marta – que agora está internada em Vila Real – continua a ser muito débil. A jovem esteve vários dias em coma e terá agora de fazer uma trabalho intenso para recuperar a mobilidade e a fala.
baleada Pinhão Hospital de Santo António Porto Facebook Vila Nova de Gaia PSP Vila Real