Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

23 mil não limparam terrenos para evitar incêndios florestais

Desde o início do ano até ao último domingo, a GNR já promoveu 3146 ações de sensibilização.
1 de Abril de 2020 às 08:33
GNR fiscaliza terrenos
GNR fiscaliza terrenos FOTO: Pedro Noel da Luz
A GNR registou 23 468 incumprimentos na limpeza de terrenos e instaurou 225 autos de contraordenação por queimadas e queimas de sobrantes, no âmbito da Operação Floresta Segura 2020. Devido ao estado de emergência encontram-se suspensas, desde 12 de março, as ações de sensibilização e todas as ações que impliquem a concentração de pessoas.

Mantendo os prazos previstos para a limpeza de terrenos, em que os proprietários tinham de assegurar a gestão de combustível até 15 de março, a GNR registou, até ao último domingo, "41 situações de queimadas não autorizadas e 184 de queimas de sobrantes, num total de 225 autos de contraordenação", em que as coimas variam entre 280 e 120 000 euros.

A GNR "detetou 23 468 incumprimentos nas 1124 freguesias prioritárias" para efeitos de fiscalização da gestão de combustível, para prevenção de incêndios rurais.

Desde o início do ano até ao último domingo, a GNR já promoveu 3146 ações de sensibilização para a limpeza da floresta, com 52 967 pessoas.
GNR questões sociais incêndios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)