Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Acidentes matam três homens em dois dias durante Operação Natal

Choque de três carros deixou ferido comandante dos Bombeiros de Salvaterra de Magos.
Isabel Jordão, João Nuno Pepino e F.G. 26 de Dezembro de 2020 às 01:30
Comandante dos bombeiros de Salvaterra de Magos foi abalroado quando circulava na EN114
Comandante dos bombeiros de Salvaterra de Magos foi abalroado quando circulava na EN114 FOTO: Direitos reservados
Três homens morreram em duas colisões e um despiste, que ocorreram nos dias 23 e 24, em Monção (Viana do Castelo), Marco de Canavezes (Porto) e nas Caldas da Rainha (Leiria). Noutro acidente, em Salvaterra de Magos (Santarém), ficou ferido o comandante dos Bombeiros Voluntários daquela localidade, Paulo Dionísio, que já teve alta hospitalar e está em casa a recuperar.
A GNR intensificou o patrulhamento rodoviário na quarta-feira, no âmbito da Operação Natal, que vai prolongar-se até 4 de janeiro do próximo ano. Até esta sexta-feira, foram registados 442 acidentes de viação, de que resultaram 120 feridos, 13 dos quais em estado grave.

A vítima mais jovem é um mecânico de 29 anos, que morreu na quarta-feira de manhã, numa colisão entre dois carros, na EN202, em Monção. No mesmo dia, mas na EN211, no Marco de Canavezes, uma colisão envolvendo um motociclo e um carro causou a morte a um homem de 56 anos.

Na véspera de Natal, pelas 00h16, o proprietário de uma peixaria em Fátima despistou-se na praça da portagem, da A8, na Tornada, acabando por capotar. A viatura de Vítor Gonçalves Eusébio, de 51 anos, seguia no sentido Sul/Norte e levava camarão num atrelado.

Também na véspera de Natal, um acidente envolvendo três viaturas, na EN114-3, deixou ferido o comandante dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos. Paulo Dionísio queixava-se de dores fortes na zona lombar e ao nível da coluna , foi assistido no Hospital de Santarém e esta sexta-feira estava de volta a casa. 

PORMENORES
Infrações 
Os militares da GNR detetaram 1080 carros em excesso de velocidade. Houve ainda 71 infrações por condução sob efeito de álcool, 77 por falta de uso de cinto e 119 por utilização indevida do telemóvel.

Alerta

Em contexto de pandemia, a GNR alerta os condutores para que se abstenham de ações, atitudes e comportamentos que potenciem a propagação do novo coronavírus.

Regras

A GNR pede ainda aos condutores para cumprirem as regras de circulação decorrentes do atual estado de emergência e que as pessoas mantenham o distanciamento físico possível.
Ver comentários