Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Adiada leitura do acórdão de mulher que envenenou filho em Lisboa

Patrícia encontra-se atualmente em prisão preventiva.
Débora Carvalho 15 de Julho de 2020 às 15:20
Patrícia Ribeiro responde por 15 crimes no total, entre os quais homicídio na forma tentada
Patrícia Ribeiro responde por 15 crimes no total, entre os quais homicídio na forma tentada FOTO: DR
A leitura do acórdão do processo de Patrícia Ribeiro, a mãe que envenenou o filho com clorofórmio, em Lisboa, foi adiada para segunda-feira.

Em causa está a greve dos guardas prisionais que teve início esta quarta-feira e que se estende por dois dias.

Durante o julgamento a mãe chegou a dizer que não se lembrava de tentar afogar o próprio filho.

O Ministério Público pediu a semana passada uma pena máxima de prisão para Patrícia Ribeiro, que está em prisão preventiva.
Lisboa crime lei e justiça Patrícia Ribeiro julgamentos filho acórdão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)