Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Advogado de Faro morre em colisão

Um advogado de Faro morreu carbonizado, num acidente de viação, perto de Huelva, Espanha, na madrugada de quinta--feira. Osvaldo Silva, 40 anos, conduzia um Mercedes que colidiu contra a traseira de um camião e pegou fogo. Ao lado, seguia um amigo, na casa dos 50 anos, que conseguiu sair da viatura em chamas, mas ficou com 80 % do corpo queimado.
13 de Outubro de 2012 às 01:00
Osvaldo Silva conduzia o Mercedes que embateu contra a traseira do camião, junto à saída para Gibraléon, zona de Huelva
Osvaldo Silva conduzia o Mercedes que embateu contra a traseira do camião, junto à saída para Gibraléon, zona de Huelva FOTO: direitos reservados

O acidente ocorreu por volta das 04h30 da madrugada (05h30, em Espanha). "Ele deve ter ido a Espanha numa viagem de negócios", contou ao CM um amigo da família, explicando que "a imobiliária do pai [de Osvaldo] tem muitos negócios" naquele país.

O advogado e o amigo, Carlos Gregório, projectista, igualmente de Faro, estariam de regresso a Portugal. A colisão com a traseira do camião ocorreu ao quilómetro 84 da A49, no sentido Sevilha-Ayamonte. O Mercedes e o atrelado do camião pegaram fogo e Osvaldo morreu dentro da viatura. Carlos Gregório conseguiu sair do carro, pelos seus próprios meios e está internado no Hospital Virgen del Rocío, em Sevilha, com graves queimaduras. Entretanto, as famílias de ambas as vítimas viajaram para Espanha, onde ontem se encontravam.

Apesar da intervenção dos bombeiros, o Mercedes, de dois lugares, e o reboque do camião foram totalmente consumidos pelas chamas. Os trabalhos de rescaldo foram dados por concluídos cerca de uma hora e meia após o acidente. O condutor do pesado não sofreu quaisquer ferimentos graves.

Advogado Acidente Faro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)