Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Prisão preventiva para jovem que confessou ter matado Beatriz Lebre

Homicida atentou contra a própria vida na noite de quarta para quinta-feira.
Correio da Manhã 30 de Maio de 2020 às 11:08
Rúben Couto
Rúben Couto
Beatriz Lebre
Miguel Matias
Miguel Matias
Rúben Couto
Rúben Couto
Beatriz Lebre
Miguel Matias
Miguel Matias
Rúben Couto
Rúben Couto
Beatriz Lebre
Miguel Matias
Miguel Matias
Rúben Couto, o homicida da jovem de 23 anos Beatriz Lebre, vai ficar em prisão preventiva, ficou este sábado decidido após primeiro interrogatório judicial, no Campus de Justiça, em Lisboa.

O advogado, Miguel Matias referiu que Rúben Couto, de 25 anos, ficou sujeito à medida de coação mais gravosa, decretada pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, acrescentado que não iria fazer mais comentários sobre o processo.

O arguido, colega da jovem, confessou ter matado Beatriz Lebre, natural de Elvas.

Miguel Matias, chegou ao Campus de Justiça cerca das 10h00 e disse à CMTV esperar que Rúben se encontrasse em melhor estado do que aquele em que o encontrou esta sexta-feira na cadeia anexa à PJ. 

O advogado foi esta sexta-feira falar com o jovem para acertar estratégias. "Esteve internado, foi submetido a uma intervenção cirúrgica e só agora teve alta e chegou aqui", disse o advogado à CMTV.

De recordar que, na primeira noite [de quarta para quinta-feira] em que esteve detido, Rúben tentou o suicídio no estabelecimento prisional; a segunda [quinta para sexta-feira] passou-a no Hospital de São José e esta última voltou à cadeia anexa à PJ de Lisboa. 


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)