Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Cassimo Turé ouvido na segunda-feira no Campus da Justiça

Alegado Jihadistas português quebra o silêncio em tribunal.
Sofia Garcia 20 de Outubro de 2020 às 22:45
Cassimo Turé
Cassimo Turé FOTO: Direitos Reservados
Um dos oito portugueses acusados de pertencer ao Estado Islâmico aceitou falar perante o coletivo de juízes.

Cassimo Turé, de 45 anos, tem permanecido em silêncio ao longo de todas as audiências de julgamento mas o CM apurou que vai querer falar ao coletivo de juízes na próxima segunda-feira, 26 de Outubro, no Campus de Justiça, em Lisboa.

Logo no início do julgamento, Ricardo Serrano Vieira, advogado do arguido, anunciou que o seu constituinte só falaria numa fase mais avançada das diligências e sabe-se agora que segunda-feira será o dia em que Cassimo Turé irá contar a sua versão dos factos. Cassimo Turé, Rómulo Costa, Fábio Poças, Sandro Marques, Edgar Costa, Celso Costa e Nero Saraiva, todos de nacionalidade portuguesa, estão acusados de financiamento, adesão e recrutamento para o Estado Islâmico. Apenas Rómulo e Cassimo se sentam no banco dos réus dado que Nero Saraiva está preso no Afeganistão e os restantes arguidos estão dados como mortos em combate.
Jihadistas Tribunal Estado Islâmico crime lei e justiça
Ver comentários