Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Capturados oito dos 17 migrantes em fuga do quartel em Tavira

Grupo de 17 migrantes, que se encontrava detido no quartel de Tavira, fugiu durante a madrugada desta quinta-feira.
Correio da Manhã 1 de Outubro de 2020 às 09:09
Regimento de infantaria de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Barco de migrantes traz grávida e menor até ao Algarve
Regimento de infantaria de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Barco de migrantes traz grávida e menor até ao Algarve
Regimento de infantaria de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Operação stop da GNR na fronteira entre Espanha e Portugal na zona de Castro Marim para tentar capturar fugitivos marroquinos de Tavira
Barco de migrantes traz grávida e menor até ao Algarve

Um grupo de 17 migrantes, que se encontrava detido no quartel de Tavira, fugiu durante a madrugada desta quinta-feira.

De acordo com um comunicado do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), há dois infetados com coronavírus entre os fugitivos.

No quartel encontravam-se 24 elementos, todos homens e de nacionalidade marroquina. Os fugitivos removeram os acrílicos das janelas, passaram as várias barreiras de segurança, nomeadamente dos inspetores do SEF, dos militares do Exército e das autoridades que se encontravam no exterior. O alerta foi dado pelas 04h00.

As autoridades já capturaram oito indivíduos, tendo um sido transportado para o Hospital de Faro, com ferimentos num pé devido à fuga. 

"Dos 28 cidadãos marroquinos (incluindo 1 menor), desembarcados na Ilha Deserta no passado dia 15 de setembro, 24 cidadãos masculinos foram instalados no Quartel de Tavira. As três mulheres foram instaladas na Unidade Habitacional de Santo António, no Porto. O menor foi entregue ao Tribunal de Família e Menores de Faro", pode ler-se num comunicado do SEF.

Está montada uma operação para capturar os restantes 12 elementos em fuga. A fronteira de Castro Marim foi bloqueada e as autoridades estão já a controlar a circulação na A22.

Tavira migrantes fuga autoridades psp sef
Ver comentários