Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Diretores do SEF demitidos após detenção de inspetores por homicídio no aeroporto de Lisboa

Cidadão estrangeiro morreu no dia 12 de março no Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária.
Sérgio A. Vitorino 30 de Março de 2020 às 11:42
SEF
SEF FOTO: Pedro Catarino
O diretor e o subdiretor da Direção de Fronteiras de Lisboa do Serviço de Estrangeiros e Fonteiras (SEF) foram demitidos esta segunda-feira após a detenção pela Polícia Judiciária, por homicídio de um ucraniano, de três inspetores dessa polícia de fronteiras, anunciou a direção nacional do SEF. 

“O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) confirma que foram hoje detidos três Inspetores em funções no Aeroporto de Lisboa por suspeita da prática do crime de homicídio. O SEF confirma que, no dia 12 de março, ocorreu no Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária (EECIT) do Aeroporto de Lisboa o óbito de um cidadão estrangeiro, tendo sido de imediato, no próprio dia, comunicado ao Exmo. Procurador Adjunto de turno junto do DIAP de Lisboa. A ocorrência foi também comunicada à Inspeção Geral da Administração Interna”, afirma o SE em comunicado.

“O SEF está desde o início a colaborar com as autoridades envolvidas na investigação e tomou de imediato as medidas previstas em sede disciplinar. O SEF informa que  o Diretor e o Subdiretor da Direção de Fronteiras de Lisboa do SEF cessaram funções com efeitos a partir de hoje”, acrescenta.

Governo decretou ainda a abertura de processos disciplinares ao diretor e ao subdiretor da Direção de Fronteiras de Lisboa do Serviço de Estrangeiros e Fonteiras.
 
Diretores SEF Aeroporto de Lisboa Polícia Judiciária SE política crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)